Love is not a fight

O amor não deveria ser mais um peso nas nossas vidas. Já temos problemas demais. Família, que nem sempre é mil maravilhas, escola, faculdade, trabalho. Por que acrescentar mais um problema para a lista? O amor não deveria ser uma briga. Não deveríamos sangrar por amor também. O amor é algo a mais. Uma coisa que acrescentamos a nossa vida. Mas é uma coisa boa. Que nos traz sorrisos e borboletas no estômago. Mas isso só antecipa as lágrimas e o buraco que fica lá. E antes disso, aquela agonia sem fim. Aquele vai-e-vem. Aquela luta. A cobrança. Brigas. Decepção. Você quer que ele lute por você. If I fight for you, would you fight for me? Mas, talvez, quando você sequer pensar nisso já vai ser tarde demais. Eu concordo que o amor é uma luta. É, sim. Uma luta diária, desde o começo. Mas não adianta nada lutar só no fim. Já vai ser tarde demais. O amor é como entrar em uma casinha e se comprometer a ficar lá, e não explorar o mundo lá fora. O mundo é interessante, é bonito. Mas você ama aquela casinha. Você só quer ficar naquela casinha pequena. Mas pouco a pouco, você se acomoda e para de cuidar da casa. Então a casa começa a desabar sobre a sua cabeça sem você sequer perceber. E você percebe o que deveria ter feito, mas é tarde demais. Já é hora de sair da casinha para desbravar o mundo lá fora. Naquele momento não é o que você gostaria de fazer. Você gostava muito daquela casinha, e já estava acostumado com ela. Mas azar seu! Vai fazer o que? O tempo passa e você se acostuma com o mundo. Você percebe que o amor nunca te abandona. E sempre te salva, bem na hora que você precisa. E te deixa, quando você precisa se virar sozinho. O amor sabe ser cruel e dócil. Quando você encontra outra casinha para entrar, percebe que precisou desbravar o mundo. Precisou daquilo. Ou então você ia ser infeliz a vida toda, pensando ‘’E se eu tivesse desistido de ficar nessa casa tão pequena e tivesse ido para o mundo? Eu seria mais feliz? Será?’’. Agora você não tem mais essas dúvidas. Agora você está pronto para fazer outros erros. Amor é isso, creio eu. Será que você está pronto para ele?

Anúncios

Como superar o fim de um relacionamento?

Image

Não importa a sua idade e nem quanto tempo o seu relacionamento tenha durado, quando acaba sempre vai doer. O que importa é o que você vai fazer com essa dor. Então aqui vão algumas dicas para superar o fim.

1. Chore, chore, chore e chore! Todo mundo estranha quando eu digo isso, mas sempre funciona! É a minha dica de ouro. Não guarde seu sofrimento em um potinho e deixe para depois, isso só vai acumular e o tempo vai passar. Sofra tudo de uma vez pra esse ex sair da sua cabeça logo! Então, logo no começo passe uma semana inteirinha vendo comédias românticas que te lembrem ele, comendo sorvete e lembrando de como vocês costumavam ser. E aí, pronto!

2. Depois da fase sofrimento, esconda tudo que te lembre ele. Peça pra sua mãe, ou pra sua melhor amiga guardar e NÃO te dar em alguma recaída. Então pegue as fotos, os presentes… Tudo que tenha alguma relação com ele. Dê uma limpa no seu quarto e na sua casa, pra poder limpar o seu coração também. 

3. Comece a colocar os planos que você tinha em mente em prática. Sem desculpas esfarrapadas, coloque a mão na massa! Eu tenho certeza que isso vai distrair a sua cabeça, pelo menos por um tempo. E posso te garantir:  quando você parar de inventar desculpas e depender dos outros pra fazer o que quiser, será uma pessoa realizada.

4. Tenha em mente que os homens são completamente diferentes das mulheres em relação ao amor. Enquanto você estava sofrendo e comendo sorvete, ele, muito provavelmente, estava aproveitando a vida de solteiro. Mas assim como as mulheres tem um ciclo de fim de relacionamento, os homens também tem, e no fim eles sempre se arrependem. 

5. Saia um pouco de casa. Sim, ainda existe diversão mesmo sem ele na sua vida! Sim, você pode e deve ser feliz sem ele! Olha só que descoberta maravilhosa!

6. Pare agora de fuçar loucamente no Facebook e no Instagram dele para ver se ele já arranjou alguém. Isso não é uma competição, ok? E stalkear as redes sociais sempre te faz sentir como uma merda, então se controle!

7. Vocês não vão voltar. Tipo, de verdade. Nunca mais. Isso é definitivo. Permanente. Então pare de se iludir e de ficar falando que ele vai voltar, que vocês vão voltar, porque isso não vai acontecer. Então nada de mandar aquela sms de ”tô com saudades”, porque aí você volta pra estaca 0, e não queremos isso não é mesmo?

8. Todo mundo é substituível. Sim, você é linda, inteligente, incrível, tem um ótimo bom gosto para series e filmes. Mas isso não quer dizer que ninguém consiga te substituir  Muito pelo contrário. Substituir pessoas é a coisa mais fácil do mundo. E ainda bem! Porque mesmo o seu ex sendo maravilindo, acredite, você também vai conseguir substituir ele! Yey!

9. Nada de sair denegrindo a imagem do seu ex por aí, hein. Isso pode soar como uma ”vingança” na sua cabeça, mas todo mundo vai achar muito patético, e ele só vai ficar com mais ódio de você ainda. Então, não faça isso. É muito chato quando você vai falar com uma garota que é obcecada pelo ex-namorado e só sabe falar disso. E sim, eu sei que no começo todas nós ficamos assim! Mas isso não significa que você precisa sair falando disso pras pessoas. Guarde algumas coisas só para você. 

10. Tente se lembrar que o mundo tá aí e a vida não para pra ninguém. Então, viva-a. Vá no cinema sozinha. Leia uma erotic novel por pura diversão (50 tons de cinza não vale!). Alugue 10 filmes de uma vez. Vá em um lugar em que você não conheça ninguém. Tente algo novo. Programe uma viagem. Junte grana pra fazer algo que você queria fazer algo a muito tempo. Se descubra de novo.

I think that the worst part of it all wasn’t losing him … It was losing me

Um motivo para você voltar

Image

Ultimamente só chove. Então eu aproveito e deixo chover dentro de mim também… Não consigo evitar. Sei que você pediu para eu me cuidar bem, como você cuidaria, mas não dá. E ah, que se dane! Eu não vou fazer isso. Você que devia estar fazendo isso. Tudo o que eu sempre odiei foi homem sem atitude, e você sabe muito bem disso. Então se você quer, vem pegar. Se você me quer de volta, aparece na porta da minha casa com aquele sorriso meio torto. Só aparece… Não custa nada dar um sinal de vida, sabia? Eu sei que você está ocupando as suas horas vazias com novos amigos, novas pessoas e novos lugares, mas sempre sobra alguns minutos para velhos conhecidos, não é?

Nós nunca nos chamamos de apelidos fofinhos de namorados. Nunca fomos um casal comum. Somos excêntricos. Ainda mais juntos. O máximo era ‘Amor’, e olhe lá… Você se lembra disso? Eu ando pensando muito em você. Nos nossos momentos. Nas horas perdidas com você. Nas conversas. Nos beijos. Nas brigas. Em nós. E é claro, não consigo me controlar, e meu pensamento voa para o presente, e minha imaginação vai a mil. Como você está sem mim? Já me substituiu pelas suas amadas morenas? Não, meu bem, não tem como me substituir. Você sabe disso. Pode aproveitar, ir à quantos bares você quiser, beber quantas doses de uísque que você quiser, levar quantas morenas você quiser para casa. Quando seus lábios tocarem o dela, sentirá o gosto do meu. Quando abraça-la, sentirá o meu perfume. Quando ela rir, vai ser a minha risada que você vai ouvir. Eu estou em toda parte, não adianta lutar contra. A minha presença é mais forte que isso.

Mas me diz, como você consegue dormir a noite? Eu não consigo. E por favor, deixe de ser infantil e perceba que seus amigos novos nunca vão substituir os antigos. São falsos amigos. Você trocou todas as suas amizades, porque seus antigos amigos sempre foram os meus amigos também. E você quer distancia de tudo que tem ligação comigo. Você tem medo de mim? Eu não mordo, sabia… A não ser que você peça.

Aposto que o seu maior medo é me ver de novo. Porque assim que me ver, todos aqueles sentimentos que você conseguiu manter guardado por meses, vão se libertar, e de repente seus braços vão estar ao meu redor, e nada mais vai importar. E as vezes, eu desejo isso. Porque mesmo parecendo errado, eu sinto como se fosse algo certo. Mesmo que eu brigue com você durante 90% do tempo, os 10% sempre são recheados de carinho, cuidado e amor. Mesmo que tudo esteja tão ferrado e ruim entre nós agora, meus sentimentos continuam intactos. Eu não ligo para os problemas, não ligo para as dificuldades nem para a dor. Você faz a dor valer a pena. Então para de temer a minha sombra e vem aqui, nós precisamos conversar. Sei que se conversarmos como dois adultos vamos achar uma saída, juntos. Sempre juntos.

P.S: Se nada isso te convencer a voltar… Bom, aquela sua blusa favorita ainda está comigo. Assim como os ingressos para a partida de futebol do seu time favorito. E uma ruiva com os nervos a flor da pele, que, apesar de tudo, ainda te ama.

Eu não te amo para sempre

Image

Por que tem que ser para sempre? O hoje não basta para você? Esse tal de ‘’felizes para sempre’’ me assusta. Como alguém consegue ser feliz para sempre? Deve ser até meio chato, o sol ficar brilhando o tempo todo, sem nenhum indício de tempestade. Fica pesado e perde a forma e eu não quero isso para nós. Não sou do tipo que vai embora quando as coisas ficam difíceis, mas qual é o sentido em ficar com alguém que não te faz feliz? Sempre achei que os relacionamentos deviam ser uma coisa agradável, dar uma sensação gostosa no estômago e te fazer sorrir. Te machucar não, isso o mundo faz e não o amor.

O mais bizarro de tudo é que o para sempre virou algo obrigatório. Você começa a namorar hoje, daqui um mês vocês já estão trocando juras de amor e prometendo coisas que nunca irão se realizar, e os dois sabem disso. Mas a mentira, a ilusão e os planos fantasiosos são muito mais gostosos. O problema é quando você começa a esperar e criar expectativa sobre aquilo, achar que era verdade… Aí tudo desanda. As cobranças surgem e as brigas substituem as risadas e carinhos. E isso não pode ser bom. Todos os ‘’ Eu te amo para sempre’’ e ‘’Quero você para sempre’’ se perdem no espaço, e aquele sentimento parece muito distante. A admiração se esvai, assim como o respeito, porque afinal de contas, aquela pessoa mentiu para você, certo?

Errado. Você mentiu para você mesmo. Aquela pessoa só disse o que você queria ouvir para não te contrariar. Seja honesto, você gostaria de ouvir um: Te amo, mas só por um tempo, tá? Depois vou seguir a minha vida sem você. Não, ninguém gostaria de ouvir isso. Porque então os relacionamentos perderiam o sentido. Ninguém fica com alguém programando o fim, e sim o casamento dos dois, mas isso é um erro.

E não quero isso com você. Eu tenho medo de ser feliz para sempre. Tenho medo de ficar presa a uma pessoa para o resto da minha vida. Tenho medo de não experimentar outros sabores, e ficar com um gosto amargo na boca. E eu gosto tanto de você. Dizem que te amo, e talvez seja verdade, sei lá… Eu te amo, sim. Agora eu te amo. Amo a atenção que recebo de você. Amo poder ter conversas intelectuais sobre o último livro que li. Amo quando você aparece de repente para me levar ao cinema. Amo a sua companhia, a sua amizade e os seus carinhos. Amo como você cuida de mim. Mas eu não te amo para sempre. Eu te amo hoje, assim como amei ontem. O amanhã é muito incerto e não quero pensar nisso. Nem sei se vou acordar amanhã. Se meu coração vai parar ou continuar pulsando. Então não pensa nisso, vai…

Você está focando em algo incontrolável e perdendo o que realmente importa. E o que realmente importa? As manhãs e as noites. Porque meu bem, você continua sendo a primeira coisa que penso ao acordar, e a última antes de dormir. Eu poderia não pensar, mas penso. Eu poderia não querer, mas quero. Eu poderia não amar, mas amo.

E eu sei, eu te entendo. Por te amar demais dá uma vontade absurda de dizer o tal para sempre. Sabe aqueles momentos que a gente se olha e alguma coisa faz um click? Quando você me faz cócegas e eu acabo caindo no chão, em cima de você. Quando acabamos dormindo de mãos dadas sem perceber. Quando você aparece para me buscar sem avisar. Quando descobrimos que gostamos do mesmo escritor. Eu sei que dá vontade. Mas não quero prometer se não tiver certeza que vou conseguir cumprir, não quero te entulhar de promessas vazias. Eu não sou desse tipo e a vida me ensinou que não devemos fazer promessas quando estamos felizes, nem decisões quando estamos tristes. Por isso mesmo que fico apenas focada no hoje e agora, com a certeza que te amo para sempre hoje, e isso deve bastar.

Retrilhando

Image

Cá estou eu, no começo novamente. Na mesma linha. Em outra estrada. Eu queria ser a Blair Waldorf agora, sabe? Com aquela coisa de ‘‘Eu não preciso de um namorado para me sentir realizada’’ , penteando o cabelo em uma penteadeira antiga e vestindo Chanel da cabeça aos pés. Mas bem, eu não estou em um episódio de Gossip Girl.

Espera um pouco, deixa eu te fazer entender… Não que eu precise de um namorado para me sentir realizada, mas eu preciso de você, sabe? Não é uma necessidade de vida ou morte, é um querer, uma vontade. É só que é tão gostoso ficar ao lado de alguém, falando sobre o tempo, deitada na cama em um domingo qualquer. É bom poder compartilhar desde as pequenas alegrias até as grandes dificuldades. As vezes parece que para cada momento de felicidade, existem dez dores, que, cedo ou tarde, aparecerão. Isso é muito, muito triste. É tão injusto! Por que a alegria tem que ser algo passageiro enquanto a dor é algo que sempre fica? Dizem por aí que sem dor não daríamos valor para a felicidade. Mas, sinceramente, estou me cansando desse joguinho. Quero sorrir sem me preocupar com as dores que irão vir como consequência.

Mas onde eu estava? Ah sim. Você. É estranho me referir a você desse modo, como se fosse alguma coisa mais distante ou sei lá. Porque apesar de tudo, você tá aqui, pertinho de mim.

É claro que sempre vão existir outros beijos, outros corpos, outros cheiros, outros abraços. Mas… Por agora eu só quero os seus. Você me entende? Eu estou fazendo o que você me pediu, tão radical ao ponto de não saber qual batom vou estar usando daqui dez anos! Mas sim, talvez você esteja certo, pensar muito no futuro só nos enlouquece. Me enlouquece. Mas por favor, deixa esse tempo de loucura no passado, deixa para trás e vem dançar comigo aqui, agora.

Nada me impede de pensar que tudo pode dar errado. Podemos não ser fortes o suficiente. Sermos imaturos. Adolescentes que se consideram mais maduros que os outros, mas que continuam sendo isso: Adolescentes. Mas não quero pensar nisso. Não agora. Então por favor, não pensa nisso não, só fica aqui quietinho comigo, sem dizer nada, só fica comigo. A gente começa a trilhar essa estrada de novo, deixando alguns buracos para trás e passando por outros, para chegar em algum lugar bom e aproveitar a vista. Juntos. Sempre.

P.S: Eu nunca tirei a sua foto daquele meu porta-retratos.

(Talvez eu te ame um pouquinho demais)

Mais um domingo com você

Image

Aí eu acordei e te vi do meu lado, rolando de lá para cá, com os olhos bem fechados apesar do sol já começando a entrar pela fresta da cortina, e o corpo encolhido debaixo dos lençóis. Esse é o momento em que toda mulher pensa ‘Merda’. Você começa a se lembrar de como sua vida era há seis meses e nada disso faz sentido. Nem as lágrimas derramadas, nem os quase-amores, nem a vontade de dormir o Domingo inteiro. Eu só quero ficar te olhando, vendo os raios do Sol batendo no teu cabelo, na tua boca, nos teus ombros. É o primeiro passo para se meter em uma enroscada.

Mas, espera aí um minutinho… Tá errado. Tá tudo bom demais, eu vou me machucar. Não, me solta, eu não quero! Quer dizer, eu quero, mas… Não, não. Não dá! É, eu sou complicada, mulher é um bicho complicado, já ouviu falar? Eu só preciso de um tempo para pensar. Terminando o quê? A gente não tá junto! Ficar na cama em um Domingo não é assinar um contrato. Amar não é assinar um contrato. Ei… Espera ai, eu gosto de você. Não vai embora como todos os outros, por favor. Fica.

Para a minha surpresa, você ficou. Mas aquela vozinha chata continua martelando a minha cabeça ‘’Não adianta, vai acabar, sempre acaba, lembra? Todo mundo que chega, um dia vai. Para de se iludir. Desiste de uma vez.’’ Mas eu não desisti. Não quero e não vou. Descobri que para amar não é impor a tal pessoa uma lista de requisitos e ela seguir. É gostar até dos defeitos que sempre te irritaram, parar de querer inventar uma outra pessoa e simplesmente ser sincera. É dar e receber. É eu e você. Então, por favor, fica todo dia?