Meus momentos favoritos do Oscar

Imagem

Eu sei gente, eu sei que o Oscar já aconteceu há muito tempo. Mas, como eu não tinha comentado sobre ele antes, aproveitei para rever, me emocionar novamente, e contar os meus momentos favoritos para vocês.

Não é segredo para ninguém que eu sou uma viciada em cinema. Em filmes. E principalmente, nessa indústria maravilhosa que realiza sonhos e nos faz chorar. E rir. E viajar no tempo. Então vamos começar, né?

Eu nunca chorei com os livros do Nicholas Sparks. Muito dificilmente derramo lágrimas com filmes de romance. E não, eu não chorei em Titanic. Coração de pedra? Dificilmente. Quando essa apresentação maravilhosa começou, meu corpo ficou todo arrepiado e cheguei a tremer um pouco. E quando acabou, eu estava chorando desesperadamente. É um dos momentos do Oscar que mais me emociona, e me traz orgulho de todos que participam do filme. Sim, é a performance do elenco maravilhoso de Les Misérables. Gente, até o Daniel Day-Lewis se levantou para aplaudir! O que significa que foi muito, muito foda.

Eu sou completamente apaixonada pela Anne Hathaway desde que a vi em O Diário da Princesa. Ela é uma atriz incrivelmente talentosa, engraçada e principalmente, humana. Eu amo o jeito não hollywoodiano dela e não pude deixar de derramar umas lágrimas quando ela ganhou o Oscar. Era o sonho da vida dela, e se realizou. É de arrepiar, realmente.

No Oscar, tem um momento que eles reservam para homenagear todos os grandes artistas que faleceram naquele ano. É o chamado ”In Memorian”, e é sempre muito emocionante. Esse ano ficou mais emocionante ainda pela performance incrível da Barbra Streisand. Ela cantou belamente The Way We Were, em homenagem à um amigo artista que havia falecido. Foi incrivelmente tocante.

Adele foi uma das grandes vencedoras da noite. Ela ganhou o Oscar de melhor canção original (Aliás o momento dela ganhando o Oscar é adorável! Ela fica muito emocionada e faz força de verdade para não cair no choro. Uma linda <3), mas antes de ganhar, cantou ao vivo Skyfall, a música tema do filme do James Bond. Acho que nem preciso dizer nada, né? É a Adele! Ela é maravilhosa.

Acredito que todos saibam a história do Ben Affleck, né? Há muito tempo atrás, ele ganhou um Oscar, mas nunca pensou que iria voltar a pegar em uma estatueta novamente, por conta do seu comportamento. E das besteiras que fez. Mas não só voltou, como o seu filme, Argo, ganhou diversos prêmios, incluindo Oscar de melhor filme! E o discurso dele é muito lindo. Ele agradece a esposa (e não é só um ‘obrigado’ automático. Nós realmente sentimos a profunda gratidão, amor e respeito que ele sente por sua mulher, Jennifer Garden) e fala que realmente nunca achou que ia voltar lá. E no final ele diz, super emocionado “It doesn’t matter how you get knocked down in life, ‘cause that’s gonna happen. All that matters is you gotta get up.”. LINDO! <3

Daniel Day-Lewis é a minha inspiração para a vida. Tem uma carreira sólida, é um dos grandes mestres de Hollywood e é super simples. E eu não preciso dizer que ele é lindo, maravilhoso, preciso? Bom, esse ano ele fez história ao ganhar PELA TERCEIRA VEZ (!) o Oscar de melhor ator. E o discurso dele foi super engraçadinho e lindo. Ele e a Meryl Streep são tudo de bom. Acho que deveriam ser um casal, só acho. <3

Bom, então acho que é isso. Esses são os momentos favoritos e mais emocionantes do Oscar para mim. Espero que vocês tenham curtido, apesar do Oscar ter sido à 3 meses atrás! hahaha. Depois me digam quais são os seus momentos favoritos dessa celebração maravilhosa, viu?

Anúncios

Meus projetos para 2013

No final/começo do ano, todo mundo fica extremamente sentimentalista e faz mil planos e projetos para aquele ano novo, não é? Bom, esses são os meus:

1 – 52 weeks 

Eu amo fotografia. E sinto falta de falar sobre isso aqui no blog, mas ainda não me sinto segura para falar sobre esse assunto, porque não tenho muita experiência. Por isso comprei uma câmera melhor no ano passado e agora em 2013, quero começar um projeto fotográfico. Para ser sincera, eu queria fazer o 365 days. Que é tirar uma foto aleatória todos os dias, mas eu não sei se daria para tirar uma foto todo dia, e provavelmente acabaria desistindo. Por isso, vou começar com um projeto mais light, o 52 weeks. Nesse você tira uma foto por semana durante o ano todo. Eu achei mais tranquilo e mais fácil de fazer, e logo eu já vou postar as fotos da primeira semana.

2 – Aprender francês

Acho que o inglês deixou de ser língua estrangeira e se tornou essencial. Mas, é importante aprender outras línguas, porque além de ser um diferencial, é muito legal. Pelo menos eu gosto bastante. Para mim, francês é a língua mais linda do mundo. E eu sou apaixonada pelos filmes franceses, pela literatura francesa. Amo a França! Quero me dedicar bastante ao francês esse ano.

3 – Terminar o meu livro

Sim, minha gente, eu estou escrevendo um livro! Tem um tempinho já e não é sobre escola, ensino médio, amores que não correspondidos ou coisas que vocês estão acostumados a ver nos textos. É diferente de tudo que eu já fiz e já vi. E eu quero muito terminar de escrever esse ano, vamos ver se eu dou conta.

4 – Aprender a tocar algum instrumento musical 

A musica sempre esteve presente na minha vida. Para mim, é essencial. E eu sinto falta de saber tocar alguma coisa. Então nesse ano eu queria muito aprender a tocar algum instrumento. Eu espero de verdade que eu consiga, porque musica é muito importante para mim. Cruzem os dedos por mim!

5- Me importar menos para o que as pessoas acham de mim

Esse sempre foi o meu maior desafio. O que os meus familiares achavam de mim. O que as pessoas da escola achavam de mim. Eu sempre baseava minhas ações nisso, e isso sempre me tornava infeliz, porque não mudava nada. E mesmo sendo duro, eu quero parar de dar tanta importancia para a opinião dos outros. Esse vai ser o maior desafio de 2013.

Ufa, quanta coisa. Será que eu vou conseguir fazer isso tudo até o fim desses 365 dias? Continuem ligados para descobrirem! ;)

2013

Imagem

Um ano novo vem aí, e você espera o que dele? Olhando para trás nós percebemos que os simples 365 dias podem nos transformar completamente. Seasons change and so do we. Nós mudamos com as estações. Nossas lágrimas caem assim como as folhas das árvores, e sorrisos brotam assim como as flores. É um fenômeno esquisitíssimo. Como esses simples números conseguem nos mudar tanto assim?

Nós erramos, sofremos, amamos, consertamos, achamos que está tudo bem e então erramos novamente. Eu não vou fingir que eu sei o segredo da vida, porque eu estou longe de saber. Mas, quer saber? Estou tentando. E aposto que você também está.

Em 2013 eu quero fazer as coisas diferentes. Eu não quero ceder. Quero aprender a caminhar sozinha por uns tempos. Quero paz. Quero correr atrás dos meus sonhos. Quero escrever um diário. Quero amizades novas. Quero mais livros. Quero filmes bons. Quero viagens. Quero conseguir por em prática minha lista de resoluções de ano novo. Mas quero ir com calma. Porque correndo não se chega em lugar nenhum.

Imagem

Acho que as pessoas vão estranhar esse texto. Ainda mais por eu não ser a maior fã de festas de fim de ano. Mas quer saber? Eu tive um dos piores anos ever. Sim, tive e não tenho vergonha de admitir. Não vou fingir que meu ano foi maravilhoso. Pelo menos não aqui. E quando passamos por um ano tão ruim assim temos duas opções: Ou isso nos move para melhorar e fazer tudo diferente, ou nos afundamos mais nesse buraco sem fim.

Eu fiquei com a primeira opção.

E espero, de verdade, que se você passar por isso, você faça a mesma escolha que eu.

Nesse ano, e acabei aprendendo o poder do grito. Eu nunca fui tão ouvida em toda a minha vida. E sou grata por isso. Aprendi que pessoas que reprimem a raiva, são perigosas. Aprendi a lidar com o tudo e com o nada. E que não importa o que aconteça, o mundo não para. Não podemos parar. Não podemos nos render. Temos que encarar o mundo do mesmo jeito que ele encara a gente. Eu aprendi que nada é o fim do mundo, e tudo tem uma saída. Nesse ano eu aprendi a amar. E a ser amada. Eu aprendi que amor não é só uma pessoa para dar a mão e ficar junto. É tudo. Absolutamente tudo.

Mas, principalmente, aprendi a ter orgulho de mim, por mim.

 Dedico este post à todas as pessoas que me ajudaram nesse ano. Muito obrigada. De verdade. Vocês são meus anjos, e eu amo vocês com tudo de mim. Não estaria aqui se não fosse por vocês. Aos meus amigos, a minha família, muito obrigada. (Ana, Lara, Aline, mãe, vó, obrigada <3). Vocês fizeram meu ano ser um pouquinho melhor. E eu não espero, eu tenho certeza que 2013 vai ser diferente. Porque eu vou fazê-lo ser. Por mim e por vocês.

Feliz 2013!