Dia mundial do livro: Vamos ler mais?

Imagem

Hoje, 23 de abril, se comemora o dia mundial do livro! Sabe o que aconteceu nesse tal dia 23, para escolherem como o dia do livro? William Shakespeare e Miguel de Cervantes morreram. Por representar o aniversário de morte de duas figuronas da literatura, a data ficou marcada no nosso calendário e permanece lá.

Nesse dia mundial do livro, eu venho à vocês com um apelo: Vamos ler mais. Não é com dinheiro, poder ou bombas nucleares que se constrói uma nação. É com livros. O meu maior medo é que as pessoas leiam ainda menos. Pensem comigo, a tecnologia evolui, e como! Mas, ultimamente, a maioria das grandes evolução foram para o lado das inutilidades, redes sociais, ou seja, perda de tempo! Cadê os grandes avanços onde realmente precisamos, para o lado da ciência? Imaginávamos que agora já estaríamos com alta tecnologia, viajando para a Lua como pegamos um vôo para São Paulo. Mas em vez disso, estamos enfurnados no Facebook. E não lemos.

O grande problema é que a chave para uma grande civilização é o conhecimento, e o obtemos através dos livros. Então por que ninguém gosta de ler? Poxa, nem uma história divertida? Nem um conto? Uma crônica pelo menos? Isso é triste.

Eu me lembro quando eu estava no primeiro ano, pela primeira vez (rs) e um menino viu que eu estava lendo um livro sobre política. Ele ficou tão surpreso e tão indignado, que me perguntou se meus pais estavam me obrigando a ler aquilo. Claro, porque política também é chato, né crianças. E quando você estiver na faculdade e tiver aquela rodinha comunista X direita discutindo, para qual lado você vai ir? Você nunca leu nada a respeito! Nunca se aprofundou para ver qual é realmente a sua opinião. Você vai deixar ser levado na onda?

Acho que quando a maioria dos adolescentes mimizentos pensam em livros, eles pensam naqueles gigantes, empoeirados, dignos de Hogwarts, sabe? Cheio de cálculos. Não funciona assim, gente. Vou dar uma notícia que vai mudar a sua vida: Existe livro sobre tudo quanto é tipo de coisa! Você gosta de computação? Então procure um livro sobre o assunto! Não precisa ler um romance, não precisa ler poesia. Apenas se inicie nos livros. Depois as palavras vão acabar te seduzindo.

O meu ponto é: que tipo de pessoa você quer se tornar? Em que tipo de ambiente? Sabe todas aquelas horas que criticamos os nossos pais? Parece fácil, né? Mas precisamos nos policiar constantemente para não fazermos as mesmas coisas. Então em vez de criticar, tente melhorar em você. Tente ser uma pessoa melhor. Para, futuramente, ser uma mulher melhor, ou um homem melhor. Que tipo de adulto você quer ser? Um que lê ou um que não lê? 

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s