O que eu ando lendo

Eu ando numa fase de não ler tanta literatura assim… Eu estava em um momento em quê não conseguia ler nada. Não conseguia passar do primeiro capítulo. São fases, assim como o bloqueio criativo, eu também tenho esse, bloqueio de leitor. Então quando eu finalmente consegui voltar a ler como antes, quis ler coisas mais leves, para não abusar muito.

Image

Comecei a ler A Culpa É das Estrelas, do John Green. Esse livro estava bombando! Tanto que o Markus Zusak (escritor do livro A Menina Que Roubava Livros) o elogiou! A leitura flui, é bem fácil de ler, mas sinceramente? Não gostei muito não. Sei lá, quanto mais eu lia, menos gostava. É bem besterol mesmo, e no fim da história você fica meio WTF?! Mas é gostosinho de ler.

Image

Eu estava vagando pela Livraria e eis que essa belezinha aparece na minha frente! Louca como sou pelo Woody Allen, nem pensei duas vezes, levei logo para casa. E quando fui ler… Me surpreendi de verdade. São três histórias completamente diferentes que se passam em Nova Iorque com um item em comum: As três histórias giram em torno de Adultérios. São pequenas peças, todas muito bem escritas, com personagens que nos envolvem e quanto mais você lê, mais quer mais. Foi a minha leitura mais rápida! Sério, acho que li o livro todo em umas três horas. Eu recomendo muito!

Image

Eu sempre via citações do Bukowski vagando por aí, e quando fui pesquisar mais sobre as obras e a vida do autor, fiquei mais curiosa ainda. E então acabei encontrando Misto-quente na livraria. O que eu achei mais engraçado é como as pessoas acham Bukowski ‘’cult’’, e eu posso te garantir, só quem nunca leu Bukowski o acha cult! É isso o que eu mais gosto nele… Como ele é direto, honesto, simples. Sem enfeites, sem maquiagem, sem nada. É nu. Misto-quente é um dos seus livros mais famosos, e é meio que uma autobiografia. Eu amei o livro! Acho que todo mundo pode se identificar com o Henry e seus dramas. É um livro muito honesto. Só fiquei triste quando cheguei na última página e percebi que tinha chegado ao fim.

Image

O escritor desse livro é brazuca! É o Flavio de Campos, roteirista, professor de roteiro e consultor (script doctor) na TV Globo. É um livro mais técnico obviamente, mas não é só para quem se interessa por roteiro para cinema e tv! Acho que todo escritor deveria ler esse livro. Pelo menos no meu caso, me abriu os olhos para muitos deslizes que eu cometo na escrita. E é claro, é muito rico na arte do roteiro! Eu gostei bastante, é uma leitura muito agradável, fácil. É técnico, mas não é um técnico chato, sabe? Mas sei lá, eu sou apaixonada por cinema… Talvez alguém que não goste tanto assim ache um saco. Mas eu também recomendo, principalmente para os cinéfilos e escritores de plantão.

Image

Esse é o último e… Tcharan, Woody Allen de novo! Hehe. Já perceberam que sou completamente apaixonada por ele, né? Mas quando vi esse livro, alguma coisa dentro de mim apitou e eu sabia que tinha que ler. Quem curte as obras do cineasta vai gostar muito! Além de ter a filmografia completa do Woody Allen, fala sobre as lições de vida que ele transmite através dos seus filmes. Foi muito bom ler, até porque tinha muita coisa nos filmes dele que eu não me lembrava, ou que nem tinha me ligado enquanto assistia. Todo fã do Woody Allen deveria ler!

Por enquanto é só, gente. Mas eu vou tentar ir postando aqui os livros que estou lendo sempre. Espero que vocês tenham gostado, e que eu tenha despertado o lado ‘’leitor’’ de vocês! Vamos ler?

Beijos,

Ana.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s