Mais amor, por favor

Image

A cada dia que passa eu fico mais horrorizada com essa onda de ódio que percorre a internet. Youtube, blogs, redes sociais… Está em todo canto. Haters, pra quê isso, hein? 

Sou uma youtube addicted, e tô sempre procurando novos vídeos, novos vlogs, novos talentos. E eu imagino que deva ser muito difícil ter uma ideia, escrever um roteiro, gravar, postar e depois ver comentários como ‘’sua gorda’’ ‘’você é tosca, sai daqui’’ e afins. Mensagens de ódio são mais frequentes no youtube, mas não estão presentes apenas lá. Estão em todos os lugares. Tweets preconceituosos, agressivos, que difamam outras pessoas e as machucam. Indiretas, que não tem nada de in. Acho que os haters não tem ideia de como são patéticos. Vocês podem xingar, ofender, difamar, mas fazem tudo isso via alguma coisa. São covardes e fazem isso atrás de um computador ou celular.

O que me deixa mais revoltada é quando dizem ‘’Mas eu tenho direito de expressão’’. Sim, você tem! Mas ninguém tem o direito de sair xingando as pessoas por aí, se você não sabe, isso é crime. Vá fazer algo produtivo da sua vida, opine sobre coisas que importam de verdade. Espalhe o amor ao invés do ódio. 

Acho que isso já aconteceu com todo mundo, mas agora que eu estou, de fato, vivendo isso. É revoltante e dá vontade de devolver na mesma moeda, mas não, não devemos nos rebaixar ao nível podrinho do hater. As vezes eu fico imaginando… A vida desse tipo de gente deve ser muito medíocre para irem xingar outras pessoas. Eles xingam adolescentes! Pelo amor de Deus! Eu sinceramente espero que isso seja só uma onda passageira. Que as pessoas parem de achar que o poder do anonimato na internet é infinito, e que eles podem fazer o que bem entenderem. Não, você não fala o que você quiser. Vá tomar um banho de cultura! Leia livros, veja filmes e vê se me esquece. Vê se para de incomodar as pessoas. Você só desperta desconforto nas pessoas. Isso não parece horrível, para você?

No começo eu fiquei muito incomodada, me perguntando o que eu fazia para uma pessoa ficar tão revoltada com a minha pacata existência nesse mundo. Mas agora eu não ligo mais. O problema não sou eu e nem você. O hater que é um eterno insatisfeito com a sua vida, e desconta a sua frustração de si mesmo nas outras pessoas. Então você, que sempre recebe mensagens de ódio: Não ligue. Se você incomoda uma pessoa é porque está fazendo alguma coisa da vida, pelo menos isso. E não responda com mais ódio. Dê amor de volta! #maisamorporfavor

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s